quinta-feira, agosto 24, 2006

Errar é humano, rir é divino

Costuma-se dizer que não se deve rir de coisas sérias; eu, pelo contrário, acho que é precisamente delas que mais se deve rir, não vão tais coisas tornar-se demasiado sérias, que daí até ao inquestionável que tudo controla vai um pequeno passo. Quão melhor seria o mundo se os zelotas se conseguissem rir das suas próprias crenças e olhá-las de um modo menos absoluto, mais critico, precisamente porque mais predisposto à sátira de um gracejo. J. K. Rowling conseguiu codificar esta ideia bastante bem: para se desarmar um ser que assume a forma do nosso maior medo basta transformá-lo na coisa que mais nos faz rir. O absoluto que bloqueava tudo o resto - neste caso o temor - perde o seu ferrão quando é alvo de umas boas gargalhadas. E quando falo em coisas sérias estou naturalmente a incluir as manifestações religiosas. Não é preciso ser-se ateu para se o fazer, não implica rir apenas da fé alheia, mas começa com o brincar com as nossas próprias crenças. Trata-se de um acto de desprendimento de algo que nos pode ser querido ou importante, mas que nem por isso nos consome, e de uma forma de auto-critica ou, pelo menos, de uma prática que abre caminho à mesma. É, por exemplo, esse o espírito dos membros desta associação religiosa, como de resto se pode ver aqui, e também o de um sítio na internet que a Rita me indicou (obrigado!!!).

Godcheker.com - We have more Gods than you can shake a stick at - é uma página que recolhe informação sobre mais de 2850 divindades que foram ou são adoradas pelo mundo fora, tudo apresentado com uma grande dose de humor com laivos de Monty Python ou Terry Practchett. É de rir por longos minutos e nem por isso deixa de ser uma coisa séria: a página é fruto de uma longa pesquisa sobre mitologias e religiões, aceita contributos escritos e os autores do sítio, se não são politeístas, pelo menos dão ares de o ser em potência. E não te preocupes se fores ateu: a loja da página inclui t-shirts em que afirmam preto no branco que tu és o teu próprio deus ;)

Como eu adoro este tipo de humor religioso e acho que ele faz muita falta a muita gente, achei que fazer publicidade ao sítio e contribuir para as entradas da página não era suficiente e juntei-me à brincadeira: na barra lateral do Coroas nasceu a secção Divindade do Dia, via Godcheker.com. Para rir com coisas sérias, meus caros ;)

3 comentários:

Rita disse...

Em relação a isso dos ateus, eles acham uma tontice acreditar em Deus mas nunca me disseram o que pensar em relação ás pessoas que sabem mesmo que ele existe (LOL just kidding não quero começar aqui nenhuma discussão teológica).

PS: no tal site, não se deve perder a secção sobre ALLAH!

Rouge disse...

Ri-me às gargalhadas com esse site! Está demais! Obrigado por partilhares * Ana

Rouge disse...

"e quem é que sabe que Ele existe?"