quinta-feira, outubro 05, 2006

Dia da República (ii)

Deposta a monarquia e lançadas as bases do novo regime republicano, Portugal de 1910 assistiu a um debate sobre como deveria ser a nova bandeira nacional, com particular ênfase na questão de manter ou não as cores monárquicas. Todos nós conhecemos a "vencedora", ou seja, a actual verde e vermelha com o escudo sobre uma esfera armilar, mas o que nem toda a gente conhece são algumas das propostas que foram apresentadas na altura e que chegaram a um total de cinquenta. Houve até quem gozasse com tamanha diversidade e fizesse uma proposta humoristica reconciliatória "para todos os gostos e paladares".

Sem mais demoras e para deleite dos leitores do Coroas, eis algumas das propostas que, felizmente, não passaram disso mesmo:





Digam lá se esta última não é de cair para o lado a rir, LOL! Por acaso até que não ficava mal de todo para um país de brandos costumes onde umas quantas questões mais ou menos fracturantes têm a triste tendência para seguir a via do consenso geral (veja-se o exemplo da sempre adiada nova lei anti-tabaco). Podem encontrar mais informações sobre as bandeiras nesta página do excelente Flags of the World.

3 comentários:

max disse...

A última é de uma bagunça simbólica de critérios verdadeiramente insondáveis :)))

al cardoso disse...

Olhe poderia muito bem ter-se continuado com a bandeira nacional existente tirando-lhe a coroa, francamente era muito mais bonita, e o azul e branco tem muito mais que ver com Portugal desde a sua formacao.

Anónimo disse...

a mais gira para mim é a do Duarte Leal

py