terça-feira, novembro 28, 2006

Eu vi um sapo

Diz a dada altura a página da BBC que...

In Ankara, the Pope began his trip with a visit to the hilltop mausoleum of modern Turkey's founder Mustafa Kemal Ataturk. Flanked by an escort of ceremonial guards, he laid a wreath of red and white flowers.

É impressão minha ou ninguém reparou na contradição inerente ao facto do Papa para quem a secularização da Europa é um erro ter hoje homenageado o homem que quis fazer precisamente isso com a Turquia? O grande crítico da laicidade pôs uma coroa de flores no mausoléu de Atatürk, o grande obreiro da laicidade turca, e ninguém deu pelo sapo que a diplomacia do Vaticano teve que engolir...

1 comentário:

al cardoso disse...

E uma maneira de pedir desculpa, sem usar as palavras.
"Mas nao havia necessidade" como diria o diacono Remedios.